sexta-feira, 2 de maio de 2008

CÓNEGO MELO O BOMBISTA





O cds provocou o parlamento e insultou a memória democrática dos que lutaram contra a ditadura.

O cds ousou apresentar um voto de pesar

pelo falecimento do cónego melo,um homem

conotado com o mdlp,que assaltou,incendiou

e assassinou,na tentativa de desestabilizar

o regime democrático.

Uma vergonha consentida.

Aguardemos por um minuto de silêncio

em memória das vitimas.

3 comentários:

herético disse...

vergonha, vergonha é a "abstenção" do PS.

o CDS estava (está?) infiltrado de bombistas.

que o P.de Max os perdõe. eu não!...

jrd disse...

O cds é o que é, i.é, o que foi e o que será, se não acabar.
O comportamento do PS é hipócrita e deplorável.

bettips disse...

Com alívio, que alguém lembra!
Obrigada (que eles metiam medo...).
(as cidades são lindas se alegres os povos se extravazam)