domingo, 6 de janeiro de 2008

MORREU LUÍS PACHECO-HOMEM LIVRE

LUÍS PACHECO




Hoje há uma hora da manhã o Teófilo Duarte do blog operatório

e meu amigo informou-me da morte do LUÍS PACHECO .

Conheci-o há mais de trinta anos com o Batista Bastos na Trindade

a dois passos do João Sebasteão Bar onde ciclicamente nos encontrávamos


com poetas e cantores e o Fernando Correia e só depois terminávamos


no Alfaia do Carlos do Carmo com o Ary dos Santos.


O Luís Pacheco editor,cronista,escritor,critico e polemista dos sistemas


sempre viveu irreverente e homem profundamente livre - no seu lado


esquerdo da vida.


Hoje morreu um Homem Livre que o país não soube reconhecer


em vida.Nem ele queria.

3 comentários:

jrd disse...

Tem razão. O Luis Pacheco fazia um manguito ao reconhecimento do país que lhe foi padrasto.

Miosotis disse...

Sim concordo... o país assim reage! A cultura não interessa :(

Pouco sabia deste escritor, mas li hoje vários artigos!
Sei que Rui Zink fez o seu elogio!

Pelo que li, fez-me lembrar Cesariny!

São disse...

Como poderia ser reconhecido um homem livre num país que não ama a liberdade?!
Feliz 2008!